06/05/2012

Tudo que há em mim...


Você bagunça tudo que há em mim 

Carrega meu amor nos braços 
Nos poros, no ato. 
E ainda fica assim? 



Parecendo que não é feliz 
Enquanto tem todo meu amor. 



A flor de lírio confessou 
Que o amor é um rio 
Que nunca, nunca passa! 



Parece que o amor carece de nós 
E você nem percebeu 
Que o amor para ser amor 
Tem que ter você e eu. 

(Rosi Alves)

Nenhum comentário: