18/04/2012

R.E.I.N.V.E.N.T.A.N.D.O

R.E.I.N.V.E.N.T.A.N.D.O
Estou me reinventando
Ou pelo menos tentando
Tenho vários mundos
Perdidos dentro de mim
Em uma órbita
De camadas tortas
Pés descalços
Coração alado
Embriagada
Em silêncios
Busco a essência de mim
Desilusões, decepções.
Reinvenções...
O caminho é seguir
Com um pouco de mim
De você em mim...
(Rosi Alves)

2 comentários:

Ingrid disse...

somos tantas em uma..
lindos versos Rosi.
saudades..
beijos..

Stela Emilia Gusmão disse...

Rosi, bela e verdadeira reflexão nesses versos,somos um espiral de contrastes de fato, muito bom estar aqui e te conhecer através desses sentimentos externados com tanta sensibilidade, abraço