março 05, 2012



Sempre quis um amor que contasse estrelas.

Remediasse o tédio, me fizesse sorrir do nada.

Amor quentinho feito café em dias frios.

Um amor tão leve que flutuasse feito nuvens

Um amor que soubesse ninar meus medos e

se fizesse meu sem nenhum pedido.

(Rosi Alves)

You Might Also Like

6 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images