Amor

Por não etender o amor...

janeiro 03, 2012 Rosi Alves... 1 Comments




A gente se perdeu em cada palavra, em gestos e silêncios. Dentro desse

ciclo não éramos dois. Éramos uns emaranhados de vícios do passado. Não

fomos capazes de entender que o amor sorriu...”.

(Rosi Alves)

Volte Sempre!

1 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Rosi, gostei muito do poema postado aqui no dia 02. Achei lindo, terno e delicado. Agradeço tua visita ao meu espaço e sobretudo, as tuas palavras carinhosas e gentis. Obrigado por me seguir.
Um abraço. Tenhas uma linda noite.