Amor

Além de mim...

janeiro 20, 2012 Rosi Alves... 10 Comments




Além de mim, apenas flores.
Esse aroma que encanta a alma
com delicadeza rompendo o tempo.

Além de mim,esse deserto de mágoas
ao som do silêncio, cúmplices dos meus versos.
Um amor que mal sabe porque permanece.

(Rosi Alves)

Volte Sempre!

10 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amiga, gostei do poema, lindo, delicado, romântico...
Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

Ivana disse...

Rosi,
Muito bonito seu poema, e é assim mesmo, chega um tempo que não encontramos explicação para o sentimento que permanece em nós. Um fds maravilhoso para você, abraços

Célia disse...

... Se o amor permanece... é porque ainda há razão de ser!
Abraço, Célia.

Bento Sales disse...

Oi, Rosi!
É bom sermos a peça necessária para felicidade de quem amamos.
Seu poema está magnífico!

Abraços fraternos do amigo@

NiL Almeida disse...

Enquanto houver amor, há poesia nascendo e florendo em seu coração.

Isso é bom, pq assim, temos a alegria de te ler!

:)

Lindo poema!

Beijos e um fim de semana de muito sol em sua vida e que o amor sempre aqueça sua alma!

...olá! Bom dia!
Ah! Sim! Se permanece, mal me quer, bem me quer, o amor você quer!
Linda poesia!
Gostei muito!
Bom domingo!
Bye!

Ordem do Saber disse...

Difícil entender o que se passa dentro de nós ou por que certas coisas continuam quando nem mesmo existem fora do nosso coração.

Um bom domingo.

Majoli disse...

Rosi querida, se ainda permanece, penso eu que possa ainda existir alguma chance, certo?
Então, que esse deserto de mágoas aos poucos seja habitado por momentos plenos de alegria.

Beijos com carinho.

Nyce Pinto. disse...

Lindo poema Rosi, traduz o que vai na alma daqueles que amam, ou amaram...

"um amor
Que mal sabe porque permanece..."

Um abraço, muito lindo!

Um amor quando permanece, e sinal que valeu apena.
Beijos e ótima semana.