18/12/2011

O AMOR GERMINA...




O amor nasce

no tecer das horas

No vento, na alma

De quem ama

De quem chora.


O amor é uma intraduzível prece

que nasce e cresce, e por vezes morre.


O amor são águas que correm

pulsando liricamente fundo ao coração

O amor sempre tão teu, sempre tão nosso amor!


(Rosi Alves)

6 comentários:

Everson Russo disse...

O amor é semente incontrolável num jardim,,,é só cuidar com carinho...

Everson Russo disse...

beijos de boa semana pra ti amiga.

Jacky disse...

El Amor!!! Que mucho podemos decir de esas 4 letras que encierran tan gran significado, Saludos desde puerto Rico! Un placer estar aqui.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi Rosi, bom dia!
Fiquei muito feliz com sua presença. Obrigada pela linda mensagem que deixaste lá.
Versos que me encanta. Plantar o amor é uma benção divina, e se todos soubessem a beleza do amor, cultivaria um lindo na jardim na sua vida.
Beijos e ótima semana, já desejando um Feliz Natal pra você e toda sua família.
Ja estou na bandeja dos seus seguidores.

LUZ disse...

Olá Rosi,

A sua poesia é muito bela e profunda.
Parabéns.
Agradeço suas palavras em meu blog.

Abraços de luz.

Nyce Pinto. disse...

Boa tarde Rosi! Muito obrigada pela visita, estou aqui retribuindo e encantada com teu Blog...Muito lindo! Parabéns pela linda família que você tem, isso é nossa maior riqueza! Quanto ao "O amor germina" é realmente assim como descreve...
"Amor águas correndo
Lírica poesia primavera
Pulsação vida, alma..."
Um grande abraço e voltarei sempre!