18/12/2011

O AMOR GERMINA...



O amor germina
No tecer das horas
No vento na alma
De quem ama
De quem chora

Amor intraduzível prece
Que nasce e cresce
Não há quem não eleve

Amor águas correndo
Lírica poesia primavera
Pulsação vida, alma

Amor desce sobre os campos
Sobre as árvores dos brotos
Canteiros em flor palpitações

Amor estrada boa e macia
Mudamente unidos e fortes
Outros egos tão ternos
Tão nosso... amor!
(Rosi Alves)

6 comentários:

Everson Russo disse...

O amor é semente incontrolável num jardim,,,é só cuidar com carinho...

Everson Russo disse...

beijos de boa semana pra ti amiga.

Jacky disse...

El Amor!!! Que mucho podemos decir de esas 4 letras que encierran tan gran significado, Saludos desde puerto Rico! Un placer estar aqui.

。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi Rosi, bom dia!
Fiquei muito feliz com sua presença. Obrigada pela linda mensagem que deixaste lá.
Versos que me encanta. Plantar o amor é uma benção divina, e se todos soubessem a beleza do amor, cultivaria um lindo na jardim na sua vida.
Beijos e ótima semana, já desejando um Feliz Natal pra você e toda sua família.
Ja estou na bandeja dos seus seguidores.

LUZ disse...

Olá Rosi,

A sua poesia é muito bela e profunda.
Parabéns.
Agradeço suas palavras em meu blog.

Abraços de luz.

Nyce Pinto. disse...

Boa tarde Rosi! Muito obrigada pela visita, estou aqui retribuindo e encantada com teu Blog...Muito lindo! Parabéns pela linda família que você tem, isso é nossa maior riqueza! Quanto ao "O amor germina" é realmente assim como descreve...
"Amor águas correndo
Lírica poesia primavera
Pulsação vida, alma..."
Um grande abraço e voltarei sempre!