16/12/2011

Medo..

Nunca tive medo de ter medo, sabe. Medo pode ser um laço com a sorte. Sorte não é ter tudo que desejamos é ter sonhos, viver com olhar de esperança como quando crianças. Sorrir dormindo, sentir sabores inesquecíveis da nossa infância. Havia naqueles tempos uma canção pra ninar teus medos. 

Demonstrar medo te torna vulnerável. Seguir é a melhor estrada ter um pouco de fé agrega. Fazer novas trilhas ,caminhar descontraído deixando o vento afagar tua face. Aprender novos sorrisos, amores, amigos. Sinto que todo medo não existe mais, são centelhas esquecidas no passado. 
Um livro empoeirado, lembranças, linhas em brancos. 
Quero achar-me na simplicidade da poesia. Olhar, e ser acometida pela criação. Desenhar sonhos em laços eternos. Lembra aquela estrela que brilha ao anoitecer clareando sua escuridão? É o jeito que Deus estabeleceu para dizer o quanto te ama. São muitos os sinais de que tudo vai dar certo. Que os medos não crescem com a idade ele apenas é uma projeção da vida “como em um filme?". Onde posso escrever vários finais. e todos os finais de hoje em diante serão felizes. A cada dia vou comemorar de uma maneira diferente. Com flores perfumando a alma de todos que chegam a mim. A vida será encanto e o medo apenas o despetalar de uma rosa.
Rosi Alves)

Nenhum comentário:

Não força!

Tudo que é forçado é chato, é inconveniente. Ou ele (a) te ama ou não, a vida é assim apesar de a gente querer se apegar ao meio termo, no...