solidao

Além de mim...

setembro 28, 2011 Rosi Alves... 0 Comments

 Uma lágrima na plenitude

Pedaços minúsculos de sonhos imersos

Quisera deter o amor que me consome

Iguais pássaros rasgando ventos desconhecidos

Que a aurora fortaleça meu ser ao amanhecer

Com a leveza do sol que irradia a solidão

Quão frágil é diante ao ápice da paixão

Ao vislumbrar teu olhar seu jeito de amar

Acabo por me entregar e te amar além de mim.
(Rosi Alves)

Volte Sempre!

0 comentários: