26/08/2011

Som das palavras

Penetra o som das palavras

E da alma escorregam  lagrimas

Que molham o rosto que só cessa

Quando o amanhecer de um novo dia

Sorri com a gentileza das flores

O cantar dos colibris que passeiam na janela

Com olhar esperançoso

Acredito na passagem do vento

Que o amor renasça

(Rosi Alves)

Nenhum comentário: