26/08/2011

Som das palavras



Penetra o som das suas duras palavras que me doem,

e da alma escorregam lágrimas  que molham minha face...

A tristeza não dura eternamente e com o nascer do sol 

nasce um novo dia que sorri com a gentileza das flores.

O cantar dos colibris que passeiam na janela me traz esperança.

Esse misto de beleza e vida me faz acreditar novamente no amor.

(Rosi Alves)

Nenhum comentário: