Saudades de quem se foi...

11/08/2011

Saudades de quem se foi...

Um dia dantes vida pulsante
Abraçávamos-nos todo dia
Aquele amor de tio e sobrinho
Laços eternos de sangue

Você sempre sorrindo
Cheio de otimismo
E com alegria de viver

Nunca podia saber
Que aquele dia de chuva tu irias morrer
Despediu-se todo carinhoso como sempre foi
Deixando uma dor no peito
De uma eterna saudade
Saudades:
Do brilho nos olhos
Da alma bonita
De não saber dizer não
De um coração cheio de paz
De um excelente filho

Não contesto os desígnios de deus
Mais nunca vou entender
Por que os bons muito cedo têm que morrer

Cheio de vida
Projetos
Sonhos
Amor
Humildade
Um verdadeiro anjo

Tio nem se eu conhecesse
Todas as palavras difíceis
Nem todas as rimas
E compor uma bela poesia
Não conseguiria expressar o meu amor

Você e como o sol sorrindo em meu coração
Uma proteção um anjo bom
Que deus nos tirou
Todos podem dizer
Que deus sabe o que fazer
Mais quero ver
Dentro da sua alma
Se você se cala diante dessa dor
De quem veio somente para brilhar
E muita saudade deixou

Amor de tio e sobrinho
Amor de sangue
Amor de alma
Meu melhor amigo
Um pai
Que mora junto de deus
Só quero que saiba
Que te amo além da vida
Nada vai separa o amor
Entre mim e você 
(Rosi Alves)
ps: ao meu querido tio Rogério Canuto da silva
Emocionada-mente e com saudades constantes
Não encontrei palavras para descrever você
Nem a poesia foi capaz expressar o meu amor a minha saudade

Um comentário:

Severa Cabral(escritora) disse...

bom dia minha menina linda e cheia de encantos na escrita...
Estive doente,por isso que me ausentei de alguns amigos,pq a maioria não se ausentou de mim...
Hj estou te convidando a passar lá no meu cantinho só para dizer que tipo de amiga sou para vc,rsrsrsrsr
Bjssssssssssssssssss

Tecnologia do Blogger.