26/08/2011

Tenho saudades de tudo...





Eu fui uma menina que brincava descalça, sonhava e cantava entre o azul do céu.
Hoje me cabe o silêncio dos anjos de asas cortadas... Uma mulher com mistérios
que ama flores de jasmim, ama a vida, ama poesia, mais não sabe bem como ser feliz, feito no tempo de menina onde não se sentia o peso das palavras nessa curva fechada chamada vida.
(Rosi Alves)

4 comentários:

Sandra Puff disse...

Oi, Rosi...
"Hoje me cabe o silêncio
De anjos de asas cortadas
Mistério de mulher
Aroma de jasmim"
Que poema belíssimo, Rosi...
Copiei e vou ler para a sala de aula...e citar a fonte[ROSI]
Abraço carinhoso,

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Rosi
Voltar a ser feliz como nos tempos de menina, é quase impossível, mas podes começar a ser feliz como adulta.
Bjux

Mário Cravo disse...

OI ROSI ALVES!!!
NUNCA DEIXES ORRER A CRIANÇA QUE HÁ DENTRO DE TI. BOM FIM DE SEMANA...BEIJOS...

Ordem do Saber disse...

Na criança que fomos e que sempre devemos ser está o segredo da vida. A inocência, a simplicidade, a sinceridade, a fé no próximo, tudo isso temos quando somos crianças.
Basta crescermos para começarmos a nos perder pelo mundo.

Uma boa noite.

Não força!

Tudo que é forçado é chato, é inconveniente. Ou ele (a) te ama ou não, a vida é assim apesar de a gente querer se apegar ao meio termo, no...