11/07/2011



Bem me quis entre olhares

Em uma cama feita

de sonhos e desejos

nos entregamos aos beijos

que trouxe uma grande paixão.

Hoje eu só quero você

volta logo para mim

e põe fim a minha solidão


De cor ao meu mundo

e brilho ao meu olhar

Devolve-me alegria que se foi

quando me disse adeus


Eu não acredito

Que nosso amor morreu

como uma paisagem

que congelou no tempo



Há de haver sentimentos

No coração de quem amou

e só deixou saudades

(Rosi Alves)

6 comentários:

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Lindos sentires Rosi!
Beijokas doces e uma semana maravilhosa pra você!

Severa Cabral(escritora) disse...

Saudades é uma palavra que explica tudo...
Bjs minha linda e querida neste inicio de semana!

Arnoldo Pimentel disse...

A saudade está sempre ao redor quando um amor vai embora,beijos.

Machado de Carlos disse...

Rose,

Lembra-me dos olhares, dos vinhos e do vaso de rosas. Era o nascimento de uma doce paixão. O nosso mundo mudou-se de cor. Vi a alegria no brilho dos teus olhos. Há uma palavra que nunca aceitamos: - Adeus!...

Parabéns pelo belo poema!

A.S. disse...

O amor se reinventa a cada dia!...


Beijos!
AL

Severa Cabral(escritora) disse...

SAUDADES DAS TUAS ESCRITAS E DAS TUAS VISITAS,BJSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Não força!

Tudo que é forçado é chato, é inconveniente. Ou ele (a) te ama ou não, a vida é assim apesar de a gente querer se apegar ao meio termo, no...