Mar de saudade...

junho 30, 2011

Minha alma e um barqueiro
Que segue seu curso ao vento
Dispersa pensamentos ao tempo

Navego em mares sem fim
Solitário a te esperar
Sentindo a brisa da saudade

Na imensidão do mar
Que banha meus olhos
Refletindo nosso amor.

Nesse infinito mar
Desconheço a razão
De viver sem você

Espero com o amanhecer
Trazer você no sopro do vento
Na brisa que finda a aurora
Alcançando a escuridão do amor
Que a tempos ficou a deriva 
(Rosi Alves)

You Might Also Like

9 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images