11/06/2011

longínquo silencio ...


Teu longínquo silêncio
Resposta de que tudo
Chegou ao fim

Entre rios que correm
Das pupilas oscilantes
Vaga esperança

Dentre tudo a vida
Emergindo a alma
A sombra da lua
(Rosi Alves)

Nenhum comentário: